AsmaRiniteConjuntivite
 


A rinite alérgica tem seu significado originário do latim:
Rinus (nariz) e ite (inflamação).

É um processo inflamatório da mucosa nasal, decorrente de uma reação aumentada ou exagerada, causada pelo contato com substâncias estranhas ao organismo. Essas substâncias também são chamadas de alérgenos.

Na rinite alérgica os alérgenos mais freqüentes são o pólen, o bolor (mofo ou fungos), os pelos e a poeira doméstica, que apresentam como principal componente alérgeno o excremento de alguns ácaros, como os dermatofagóides. Bactérias e alimentos também podem causar RA, mas são menos frequentemente envolvidos na crise.

A prevalência da rinite alérgica na população é estima em torno de 10% a 20%. Cerca de 80% dos indivíduos com asma têm rinite alérgica. O fator que mais contribui para a ocorrência de rinite alérgica é a predisposição familiar. Cerca de 40% das pessoas com rinite alérgica têm pais com a mesma alergia.


Sintomas

O indivíduo que possui rinite alérgica costuma apresentar dois ou mais sintomas a seguir, por mais de uma hora, várias vezes ao dia, durante dois dias consecutivos. São eles: rinorreia (corrimento nasal semelhante à coriza), espirros (principalmente em salvas), coceira e obstrução nasal. Além disso, a concentração de anticorpos no sangue de pacientes alérgicos costuma estar muito aumentada. Também é possível chegar ao diagnóstico através de testes em que substâncias às quais o indivíduo é alérgico são colocadas em contato com sua pele, gerando assim, reações.

Variações da rinite alérgica
A classificação da rinite alérgica se dá conforme o estudo Rinite Alérgica e seu Impacto na Asma (ARIA, em inglês):

1. Frequência dos sintomas:

- Intermitente: os sintomas duram menos do que quatro dias por semana ou menos que quatro semanas.
- Persistente: os sintomas duram mais do que quatro dias por semana ou mais que quatro semanas.

2. Pela intensidade dos sintomas:

- Leve: sono e atividades normais.
- Moderada-grave: distúrbios de sono ou atividades normais, lazer, escola/trabalho, ou sintomas debilitantes.


Tratamento

O tratamento da rinite alérgica é feito de acordo com a forma da doença apresentada pelo indivíduo.







Tipos de Alergia

Alergia em casa

Desvendando os Mitos





Alívio dos sintomas da alergia, não dá sono, dose única a cada 24 horas

CLARITIN® (loratadina). INDICAÇÕES: CLARITIN® é indicado para o alívio dos sintomas associados com rinite alérgica, como coceira nasal, nariz escorrendo(coriza), espirro, ardor e coceira nos olhos. CLARITIN® é também indicado para o alívio dos sinais e sintomas de urticária e outras alergias de pele. MS 1.0093.0169 L.BR.MKT.10.2015.4323.
CLARITIN® É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE UM MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA.
Referências: 1.Bousquet J.et al. Allergic Rhinitis and its Impact on Asthma(ARIA) 2008 Update(in collaboration with de World Health Organization, GALEN and AllerGen). Allergt 2008:63 (suppl. 86):8-100.2. Bula do medicamento Claritin®. *Claritin® deve ser usado nas doses recomendadas, geralmente não causa secura na boca ou sonolência.
SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.