CLARITIN ® - A vida é melhor sem alergias
AsmaRiniteUrticáriaConjuntivite
 


A dermatite atópica ou alergia é um distúrbio cutâneo crônico, caracterizado por recaídas frequentes e caráter imunológico. A pessoa que sofre de dermatite alérgica pode também apresentar asma ou rinite alérgica.

Essa alergia pode surgir em qualquer idade, mas costuma ter início entre os 2 e 6 meses de idade e varia desde quadros leves até muito graves. A maioria dos pacientes apresenta melhora por volta dos 10 aos 14 anos.

Constantemente, é feita uma confusão entre os termos eczema e dermatite atópica. Contudo, representam quadros distintos. Eczema é um padrão de reação alérgica com várias causas, sendo a dermatite atópica a causa mais comum. O principal sintoma é a coceira, que pode começar antes mesmo das lesões na pele aparecerem.

As pessoas afetadas costumam ter pouca resistência à coceira e a ação de coçar começa a gerar reações na pele. Com isso, passa a existir um ciclo vicioso em que a pessoa se coça, arranha a pele e volta a se coçar novamente. Isso aumenta a inflamação no local e causa uma sensação maior de coceira, piorando o quadro.


Sintomas

A dermatite atópica se classifica em:

- Aguda: presença de vesículas (pequenas bolhas) que coçam muito e vesículas sobre a pele avermelhada.

- Subagudas: presença de vermelhidão, escoriação e descamação.

- Crônicas: presença de placas cutâneas espessas.

Todos os três tipos de lesões podem coexistir na dermatite atópica crônica. Durante a infância, as lesões são avermelhadas e descamam, podendo atingir a face, tronco e membros. Com o ato de coçar, o paciente pode se machucar e desenvolver infecção secundária.

Em adolescentes e adultos, as lesões costumam ficar localizadas em áreas de dobras de pele, como a frente dos joelhos, pescoço e dobras dos braços. Nesses locais, a pele torna-se mais grossa, áspera e escura.

Em alguns casos, a dermatite atópica pode generalizar-se, atingindo grandes áreas corporais. Sua causa é desconhecida, mas costuma ter relação hereditária. Alergias a ácaros, fungos, pelos de animais e alimentos são difíceis de serem comprovadas, mesmo com o uso de testes dermatológicos. Substâncias irritantes, como produtos químicos em geral, roupas de lã ou de fibras sintéticas, poeira e fumaça de cigarro devem ser evitadas.

Não há exame específico para o diagnóstico da dermatite atópica. A dosagem de anticorpos no sangue ajuda e os testes de pele podem determinar contra quais substâncias o indivíduo é alérgico.


Tratamento

O tratamento da dermatite aguda consiste em hidratar adequadamente a pele, evitar desencadeantes alergênicos, utilizar anti-histamínicos tópicos (corticóides), anti-histamínicos sistêmicos e cobertura com antibióticos em casos de infecções secundárias.






Dicas Claritin

Tipos de Alergia

Alergia em casa

Desvendando os Mitos

Rinite




Alívio dos sintomas da alergia, não dá sono, dose única a cada 24 horas

CLARITIN - é um medicamento. Seu uso pode trazer riscos. Procure o médico e o farmacêutico. Leia a bula.